Mais do que barcos solares, um conceito eco-sustentável

Mais do que barcos solares, um conceito eco-sustentável

Ser economicamente responsável e apostar numa economia limpa é muito mais do que palavras. É por isso que a Sun Concept decidiu extravasar o conceito bem para lá dos barcos que produz e que contribuem para um planeta melhor. Afinal, este conceito é mais do que a produção de barcos solares.

O novo estaleiro da Sun Concept será eco-sustentável de raiz e vai ser autónomo do ponto de vista energético, ou seja, vai produzir toda a energia que consome. Será neste ambiente ecológico e sustentável que serão produzidos os barcos solares mais modernos e sofisticados.

 

Quando um conceito vai para além dos barcos solares

A título de exemplo, importa referir que a maior parte da necessidade de água vai ser suprida por água da chuva que será recolhida no teto do pavilhão e guardada num depósito subterrâneo. O próprio teto do pavilhão é arrefecido, quando necessário, pela descarga gradual de água por ele abaixo e que torna a ser recolhida de novo no depósito.

O jardim no teto do edifício administrativo terá o mesmo tratamento, sendo regado com esta água, sendo que a remanescente volta para o depósito para reutilização. As águas sanitárias dos autoclismos terão esta mesma origem. Um estaleiro para produzir barcos solares tem de ser, em si, um exemplo de limpeza e sustentabilidade.

 

Regulação e climatização

No estaleiro, serão criadas aberturas reguladas automaticamente em todas as instalações, de forma a que se promova a renovação natural do ar com o mínimo de necessidade de ar condicionado. Conforme a temperatura, estas abrem mais ou menos, de forma automática. A temperatura será regulada para ser uniforme, tanto no inverno como no verão e os sistemas autorregulam-se de forma a permitir um gasto mínimo de energia para o atingir.

Claro que, por exemplo no Verão, com muito calor e vento quente, em que a circulação de ar prejudica por fazer aumentar a temperatura no interior, as alhetas fecham e o ar condicionado é ligado até chegarmos à temperatura ideal de trabalho. Depois só liga o suficiente para manter.

Mesmo assim e como molhamos regularmente a cobertura com água que está nos depósitos subterrâneos e esta está a uma temperatura constante e mais baixa, o gasto será sempre diminuto. De qualquer forma, não esquecer que a eletricidade será produzida por nós e que iremos aproveitar o facto de a água do deposito, por ser subterrâneo, estar numa temperatura constante. E será esta a nova “casa” dos barcos solares.

Para saber mais ou comprar sobre barcos solares, contate-nos

Please follow and like us:
error
rossio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.