Notícias

Sem categoria

O novo paradigma dos transportes fluviais: embarcações electro-solares

Não é teima nem cisma, é a mais pura das verdades. Os transportes marítimos e fluviais a combustíveis tradicionais têm os dias contados. Não só porque o planeta assim o exige, mas também porque o seu custo vai tornar-se incomportável para os seus proprietários. O futuro passa, inevitavelmente, por embarcações electro-solares.

Esta variável é ainda mais significativa se estivermos a falar de operadores turísticos, que aportam uma utilização muito mais intensiva aos barcos, quer de rio, quer de mar. Nada faz mais sentido do que apostarem em força em embarcações electro-solares.

 

Principais vantagens das embarcações electro-solares

Além da economia, as embarcações electro-solares apresentam muitas vantagens para quem faz dos barcos ferramenta para o exercício da sua profissão. E ainda mais para quem recorre a embarcações para o transporte de passageiros ou para passeios turísticos.

  • Tranquilidade – permitem passeios tranquilos, possibilitando apostar em turismo de lazer ou de natureza, entre outras variáveis turísticas hoje tanto em voga.
  • Ruído – permitem eliminar o ruído, possibilitando viagens silenciosas e tranquilas, plenas de calmaria e ideais para o turismo de qualidade.

 

Poupar na carteira e no planeta

  • Poluição – numa altura em que os clientes são cada vez mais exigentes quanto à sustentabilidade dos produtos e serviços que adquirem, o facto das embarcações electro-solares serem amigas do ambiente pode ser um importante trunfo comercial.
  • Economia – há quem considere que esta se trata da mais importante de todas as vantagens. Com efeito, a poupança de combustível que as embarcações electro-solares permitem pode fazer uma grande diferença em termos de custos operacionais de qualquer operador turístico.
  • Conforto – sem ruído, sem trepidação e sem poluição, as viagens turísticas são, sem dúvida, muito mais confortáveis. O conforto é sempre uma mais-valia, mas pode ser determinante quando se trata de turismo de qualidade para estratos económicos superiores.

Para saber mais sobre embarcações electro-solares, contate-nos

Sem categoria

As grandes vantagens das embarcações elétricas com apoio solar

Muito se tem falado de novos meios de transporte, mais ecológicos, menos poluidores e mais eficientes. O tema tem estado na ordem do dia, não só devido ao debate em torno da construção do novo aeroporto do Montijo, mas também pelo atual estado de degradação das embarcações que fazem a travessia do Tejo.

Na nossa modesta opinião, uma frota de embarcações elétricas seria a opção ideal para servir o novo aeroporto e para renovar as carreiras que, diariamente, transportam milhares de pessoas entre as duas margens do rio Tejo.

 

Porquê a opção por embarcações elétricas?

As embarcações elétricas têm vantagens assumidas relativamente a outro tipo de barcos, movidos a outros géneros de combustíveis. Entre as mais relevantes, destacam-se, naturalmente, a economia. As embarcações elétricas são extremamente eficientes e permitem economias significativas no consumo de combustível e dos custos de manutenção.

Além disso, se tiver ainda a ajuda da energia solar, não polui, ao contrário de outras opções, como o gás natural que, embora possa ter vantagens relativamente ao gasóleo – combustível atualmente usado na maioria das embarcações, tem uma pegada ecológica elevada.

 

O futuro passa por embarcações elétricas com apoio solar

Para além da economia e da ecologia, este tipo de embarcações têm bastante autonomia e permitem o transporte de quantidades significativas de passageiros. As embarcações elétricas de passageiros são já uma tendência em vários países europeus.

Em Portugal, malogradamente, foram escolhidas embarcações movidas a gás natural. Um dos  combustíveis que o próprio relatório recente da OCDE define como a substituir rapidamente, propondo medidas drásticas para a redução do seu consumo. Há 15 anos atrás poderia ter sido a opção certa. Agora, já com alternativas consolidadas e atualizadas não se compreende.

A verdade é que as embarcações elétricas de passageiros serão a solução do futuro, independentemente das opções erróneas que se continuem a tomar em Portugal.

Para saber mais sobre embarcações elétricas com apoio solar, contate-nos

Sem categoria

Mais do que barcos solares, um conceito eco-sustentável

Ser economicamente responsável e apostar numa economia limpa é muito mais do que palavras. É por isso que a Sun Concept decidiu extravasar o conceito bem para lá dos barcos que produz e que contribuem para um planeta melhor. Afinal, este conceito é mais do que a produção de barcos solares.

O novo estaleiro da Sun Concept será eco-sustentável de raiz e vai ser autónomo do ponto de vista energético, ou seja, vai produzir toda a energia que consome. Será neste ambiente ecológico e sustentável que serão produzidos os barcos solares mais modernos e sofisticados.

 

Quando um conceito vai para além dos barcos solares

A título de exemplo, importa referir que a maior parte da necessidade de água vai ser suprida por água da chuva que será recolhida no teto do pavilhão e guardada num depósito subterrâneo. O próprio teto do pavilhão é arrefecido, quando necessário, pela descarga gradual de água por ele abaixo e que torna a ser recolhida de novo no depósito.

O jardim no teto do edifício administrativo terá o mesmo tratamento, sendo regado com esta água, sendo que a remanescente volta para o depósito para reutilização. As águas sanitárias dos autoclismos terão esta mesma origem. Um estaleiro para produzir barcos solares tem de ser, em si, um exemplo de limpeza e sustentabilidade.

 

Regulação e climatização

No estaleiro, serão criadas aberturas reguladas automaticamente em todas as instalações, de forma a que se promova a renovação natural do ar com o mínimo de necessidade de ar condicionado. Conforme a temperatura, estas abrem mais ou menos, de forma automática. A temperatura será regulada para ser uniforme, tanto no inverno como no verão e os sistemas autorregulam-se de forma a permitir um gasto mínimo de energia para o atingir.

Claro que, por exemplo no Verão, com muito calor e vento quente, em que a circulação de ar prejudica por fazer aumentar a temperatura no interior, as alhetas fecham e o ar condicionado é ligado até chegarmos à temperatura ideal de trabalho. Depois só liga o suficiente para manter.

Mesmo assim e como molhamos regularmente a cobertura com água que está nos depósitos subterrâneos e esta está a uma temperatura constante e mais baixa, o gasto será sempre diminuto. De qualquer forma, não esquecer que a eletricidade será produzida por nós e que iremos aproveitar o facto de a água do deposito, por ser subterrâneo, estar numa temperatura constante. E será esta a nova “casa” dos barcos solares.

Para saber mais ou comprar sobre barcos solares, contate-nos

Sem categoria

E se o futuro dos transportes fluviais públicos passasse…

Muito se fala do futuro dos transportes, da eliminação dos combustíveis fósseis e do combate às alterações climáticas, como forma de preservar o planeta que, como todos sabemos, é só um e tem recursos limitados. Mas, o que tem isto a ver com embarcações electro solares? Já lá vamos.

Antes de mais, importa tentar não começar a construir a casa pelo telhado. Quer isto dizer que é importante dar o exemplo. A mudança deve começar, por isso, pelos transportes públicos, que são de todos e para todos.

 

O que tem a ver o serviço de transporte público com embarcações electro solares?

A resposta é curta e simples: tem tudo!

Para se pretender a disseminação dos transportes privados particulares com energias limpas será necessário que os transportes públicos recorram, eles próprios, a este tipo de combustíveis renováveis e que não poluem o planeta. Só depois se poderá dizer: faz como eu faço! E é justo que assim seja. E isso aplica-se, na perfeição também aos transportes marítimos, em particular os fluviais que servem populações numerosas e que têm utilização (e gastos) intensivos.

 

E se os barcos de transporte público passassem a funcionar a eletricidade e energia solar?

A ideia tem uma lógica subsequente: quando os transportes públicos forem alimentados por energias limpas e combustíveis renováveis, sejam autocarros, comboios ou barcos, o exemplo será rapidamente seguido por particulares e empresas.

Mais do que um mero desabafo, este é um caminho necessário, urgente e que devia estar já a ser trilhado. Urge planear, definir, traçar metas e, sobretudo, implementar. Importa trocar barcos de transporte público poluentes e dispendiosos por embarcações electro solares alternativas, mais baratas, limpas e sem encargos para as gerações vindouras. E é aí que reside o futuro. Porque não há outra alternativa!

  • Terá alguma lógica, atualmente, substituir embarcações antigas e obsoletas por outras que o serão a curto prazo?
  • Sabia que em Portugal existe a capacidade de se desenvolverem embarcações electro solares?
  • Que existe a tecnologia necessária e os estaleiros adequados e suficientes para o fabrico deste tipo de embarcações?
  • Que empresas nacionais fabricam e exportam carregadores de alta potência para todo o mundo?
  • Que existe produção elétrica limpa e capacidade para a colocar nos locais necessários para que se possa operar com este tipo de embarcações?

 

Talvez seja altura de se iniciar este processo e, existindo visão de futuro, se promova a substituição gradual dos transportes públicos. Podemos começar no Tejo e no Douro, servindo bem os portugueses e mostrando ao mundo mais uma vez do que somos capazes.

Para saber mais sobre embarcações electro solares, contacte-nos

Uncategorized

Embarcações electro-solares são hipótese para novo Aeroporto do Montijo

Numa altura em que se fala cada vez mais do novo Aeroporto do Montijo, há algumas reflexões a fazer, sobretudo no que toca ao transporte de passageiros de e para este novo terminal internacional. Uma das hipóteses em cima da mesa é o recurso a embarcações electro-solares.

Já que falamos de uma construção nova de raiz, há a hipótese histórica de fazer tudo bem logo de início. E fazer tudo bem implica minimizar a pegada de carbono do novo aeroporto, sendo uma das formas, recorrer a meios de transporte movidos a energias alternativas e não poluentes. É aqui que entram as embarcações electro-solares.

 

Embarcações electro-solares: porque são a escolha acertada?

Teremos todas as vantagens em delinear uma ligação marítima a Lisboa, com carreiras regulares por barco, evitando os incómodos do tráfego, já de si bastante intenso, e também o nível de poluição com que a região da Grande Lisboa já se debate.

Nada melhor, para isso, do que iniciar esta ligação com recurso a embarcações electro-solares. Além das vantagens evidentes da diminuição da poluição, esta opção permite também poupanças significativas em termos de custos fixos com combustível, sendo, por isso, uma alternativa bastante interessante para as empresas de transportes.

 

Um consórcio de desenvolvimento de embarcações electro-solares para servir de exemplo

Se as empresas de transportes concessionadas optarem por esta via – a via mais correta em termos ambientais -, isso pode bem servir de exemplo para outras partes do país, da Europa e até do globo, com todas as vantagens inerentes e com um significativo impacto ao nível do aquecimento global.

A Sun Concept está habilitada a desenvolver embarcações electro-solares especificamente concebidas para o transporte de passageiros, promovendo consórcios de construção naval que possam, inclusive, constituir uma referência de nível internacional.

Para mais informações sobre embarcações electro-solares, contate-nos

Uncategorized

Barcos solares em linha com objetivos das Nações Unidas…

Os barcos solares estão em linha com os 6 objetivos que Portugal assumiu da agenda 2030 das Nações Unidas para o desenvolvimento sustentável. Dos 17 objetivos traçados pela ONU, Portugal assumiu como prioridades:

  • Educação de qualidade e igualdade de oportunidades
  • Educação para práticas de cidadania, acabando com a discriminação de género
  • Crescimento económico equilibrado e coesão territorial e social – progresso e inovação tecnológica com práticas sustentáveis, investimento em infraestruturas sustentáveis, resilientes, aproximação dos centros de produção de conhecimento às empresas
  • Ser contra todas as formas de discriminação, promover a diminuição da pobreza e exclusão social, diminuindo desigualdades e elevando o rendimento das famílias
  • Estar em linha com o acordo de Paris e com o protocolo de Quioto, reduzindo a emissão de gases com efeito de estufa entre 30 e 40% (em relação a 2015) e promovendo a criação de empregos associados a tecnologias de baixo carbono.

Sendo Portugal o maior estado costeiro da União Europeia, com o mar na sua história, geografia e identidade como país, é imperativo pugnar pela defesa dos oceanos e pela exploração sustentável dos seus recursos, com respeito pela biodiversidade marinha. E, nada melhor para isso do que a opção responsável por barcos solares.

 

Barcos solares vão ao encontro de todos os objetivos assumidos

Os barcos solares não emitem gases com efeito de estufa, recorrendo única e exclusivamente à energia do sol para se movimentarem. Além disso, também não emitem poluição sonora, não perturbando os ecossistemas envolventes e possibilitando passeios tranquilos e muito agradáveis.

Por outro lado, os barcos solares são também um precioso auxílio para a sua carteira, uma vez que permitem poupar muito dinheiro em combustível. Além disso, a sua utilização ainda permite o desenvolvimento do turismo sustentável, sobretudo em áreas menos desenvolvidas, como o interior do país. Por tudo isto, vale a pena a mudança para os barcos solares!

Para saber mais ou adquirir barcos solares, contate-nos

Uncategorized

Aprovados incentivos fiscais à aquisição de barcos solares

Foi no final do mês passado que, após votação em Comissão, as alterações ao artigo 233.º-A, nomeadamente o aditamento ao Estatuto dos Benefícios Fiscais, foram aprovadas. Foi aditado ao EBF, o artigo 59.º-J e aprovados os benefícios fiscais para a aquisição de barcos solares.

É uma vitória da ecologia, da proteção do meio-ambiente e do progresso. De acordo com a nova redação,  «na determinação do lucro tributável dos sujeitos passivos de IRC que exerçam a título principal uma atividade comercial, industrial ou agrícola, bem como na determinação dos rendimentos empresariais e profissionais dos sujeitos passivos de IRS com contabilidade organizada, são considerados em 120% do respetivo montante os gastos e perdas do período de tributação relativos a depreciações fiscalmente aceites de elementos do ativo fixo tangível correspondentes a embarcações eletro-solares ou exclusivamente elétricas.»

 

Finalmente, incentivos à compra de barcos solares

Esta era uma aspiração antiga e faz todo o sentido que surja numa altura em que as alterações climáticas causadas pelo aquecimento global se fazem sentir de forma cada vez mais vincada. Os barcos solares podem ser, indubitavelmente, uma arma para combater este flagelo.

O executivo teve a coragem de agir no sentido certo e de promover a aquisição de transportes movidos a energias limpas e ecologicamente sustentáveis, como os barcos solares. E essa não é uma vitória pequena. Ganha o país, ganha o mundo, ganha o planeta, mas, sobretudo, ganhamos todos nós.

 

Barcos solares na rota da redução de carbono

Energia, transportes – incluindo barcos solares – indústria, resíduos, agricultura e florestas são os setores que integram o roteiro para a neutralidade carbónica que foi apresentado pelo Governo no passado dia 4 de dezembro. O objetivo é acabar com as emissões de gases de estufa em 45 anos, com uma redução de 85% a 99% entre 2005 e 2050.

Para atingir esta meta, o Ministério do Ambiente e da Transição Energética elaborou um conjunto de medidas e metas para várias áreas de atividade, de modo a fomentar o abandono dos combustíveis fósseis e, assim, promover a eletrificação através de energias verdes, nomeadamente barcos solares.

Para saber mais sobre barcos solares, contate-nos

Uncategorized

Como os barcos solares podem ajudar a salvar o…

Os barcos solares são movidos a energia solar, que é captada através dos vários painéis solares existentes em cada embarcação e que fazem mover o barco. Ao usar energia solar, os barcos solares dispensam a utilização de combustíveis como o gasóleo, extremamente poluentes e prejudiciais ao meio ambiente.

Com esta alteração de paradigma, eliminam-se parte das emissões de CO2 para a atmosfera, um dos gases responsáveis pelo aquecimento global e pelas consequentes alterações climáticas que hoje são inegáveis aos olhos de todos.

 

As grandes vantagens dos barcos solares

Além de reduzirem totalmente as emissões de CO2 decorrentes da queima de combustível, os barcos solares ajudam também a reduzir fortemente a poluição sonora. Isto porque estas embarcações são totalmente silenciosas e permitem navegar com toda a tranquilidade e efetuar atividades tão diversas, como pescar ou observar aves.

Além disso, o silêncio e a tranquilidade de navegar num barco solar é muito menos prejudicial para os ecossistemas em redor, poupando a fauna e a flora a um desassossego constante. Optar por barcos solares pode, por isso, ajudar o planeta de diversas formas, como é possível compreender.

 

Investimento mais do que rentável

Se os barcos solares são uma aposta ganha para clientes particulares, para os operadores turísticos são um investimento com retorno garantido. Isto porque a poupança que possibilitam ao nível da utilização de energias limpas e dispensa de gasóleo torna os barcos solares extremamente rentáveis no médio prazo.

Além disso, são também excelentes em termos de marketing e promoção da imagem, já que a maioria dos clientes assume hoje preocupações ambientais acentuadas. Estas são todas excelentes razões para a expansão dos barcos solares a nível nacional e internacional. Trata-se de uma opção sustentável e que irá substituir os barcos convencionais a médio e longo prazo.

Para saber mais ou comprar barcos solares, contate-nos

Uncategorized

Um barco solar no inverno?

A pergunta até pode ser pertinente, à primeira vista. Mas, atente-se bem nas especificidades do país onde temos a sorte de viver para pensar duas vezes. A verdade é que, em Portugal, um barco solar tem bastante mais horas de utilização do que em países do centro ou norte da Europa, como a Alemanha, a Áustria ou a Suíça.

Portugal é um país que tem cerca de 2.900 horas de sol por ano. Estas caraterísticas fazem com que o investimento num barco solar seja ainda bastante mais rentável.

 

Rentabilizar ao máximo a utilização de um barco solar

Esta é mais uma razão para investir num Sunsailer 7.0. Durante o inverno, para contornar as marés vivas, pode optar por fazer excelentes passeios de barco nas inúmeras albufeiras, lagos e rios espalhados por todo o país, aproveitando os soalheiros dias que caraterizam o inverno português.

Dessa forma, é possível navegar a custo zero em meses em que tradicionalmente não é rentável fazer-se à água, o que torna o investimento num barco solar ideal para operadores turísticos. Qual o hotel que não gostaria de proporcionar aos seus visitantes da Europa do Norte um relaxante passeio num barco solar em pleno mês de janeiro?

 

Uma aposta ganha à partida

Seja cliente individual ou empresarial, a aposta num barco solar é ganha à partida. A rentabilização que permite obter, com poupanças extremamente significativas em combustível, aumentando ainda as horas de navegação, fazem do investimento num barco solar uma aquisição quase sem risco.

Esta aposta segura permite usufruir de todas as vantagens de um barco solar, amortizando o investimento em pouco tempo e desfrutando de uma navegação sem igual, independentemente de estar no mar, num rio ou lago, numa albufeira ou em qualquer barragem espalhada pelo país.

Para saber mais ou comprar um barco solar, contate-nos

Uncategorized

Conheça as vantagens dos catamarãs solares

Pode parecer um sonho utópico, mas está bem perto de se tornar uma realidade. Os catamarãs solares são barcos de média dimensão, com 12 metros de comprimento e 5,9 de largura, capacidade para 25 a 45 pessoas, e com um espaço generoso para o convívio e o lazer. Um barco na verdadeira aceção da palavra. E tudo isto com o maior conforto, silêncio e completamente sustentável. Uma embarcação de referência, o futuro da navegação.

Um barco concebido especialmente para passeios em grupo, incluindo eventos empresariais, team-building, circuitos turísticos ou passeios de natureza, entre diversos outros. Estas são algumas das razões porque os catamarãs solares são barcos ideais para operadores turísticos. Mas há diversas outras.

 

A poupança e versatilidade dos catamarãs solares

Além de todas as vantagens que as suas dimensões e organização espacial permitem, os catamarãs solares são uma opção especialmente indicada para operadores turísticos. Não só porque permitem a organização de vários tipos de passeios, mas também por questões económicas.

Os catamarãs solares permitem poupanças significativas, uma vez que são movidos a energia solar, evitando a poluição dos combustíveis convencionais e os seus custos avultadíssimos. É por isso que um dos lemas dos barcos solares é precisamente… navegar a custo zero. E sabendo preservar e proteger o meio-ambiente e os ecossistemas envolventes!

 

Principais benefícios para operadores turísticos

Além da poupança associada ao combustível, os catamarãs solares permitem aos operadores turísticos organizar passeios de diversas tipologias. Possibilitam, inclusive, passeios de natureza, como a observação de pássaros ou a pesca, uma vez que estes barcos não fazem barulho nem provocam ondulação.

Permitem passeios de lazer e convívio, eventos empresariais, eventos temáticos ou de lazer, fruto do espaço amplo, da organização dos seus acessórios e de todas as comodidades associadas aos catamarãs solares.

São um veículo quase obrigatório para todos os operadores turísticos e um instrumento de desenvolvimento tanto das regiões do interior – dinamizador em potência de barragens, albufeiras, lagos ou rios – como das do litoral, com o aproveitamento de forma sustentável das extraordinárias potencialidades da nossa costa.

 

Para saber mais sobre catamarãs solares, contate-nos